fbpx
Vantagem de pagar infraestrutura de segurança como serviços

Valor Economico – 16/11/2015 – Por Ana Luiza Mahlmeister

A contratação de sistemas de segurança por meio de computação em nuvem está se tornando tão comum quanto a aquisição dos demais softwares por esse modelo. O mais popular é o antisspam para proteger e-mails corporativos e também os antivus, soluções de criptografia, fires,rall e aviso sobre ataques. A vantagem é pagar pelo uso, sem ter de investir em infraestrutura própria, ressalta Dario Caraponale, diretor geral da Strong Security Brasil.

Ao investir na mobilidade é necessário oferecer segurança aos dispositivos remotos e a solução em nuvem permite maior controle dos equipamentos dos funcionários em transito e também a atualização dos aplicativos a distancia. “É fundamental que as empresas abram suas conexões para o mundo externo sendo fundamental contar com gerenciadores de sistemas internos para administrar esse ambiente”, ressalta Caraponale.

Os pontos de controle estão na nuvem e não mais nos servidores da empresa, adicionando maior dificuldade de gerência de sistemas aos departamentos de tecnologia, embora facilite a manutenção e implantação remota de aplicativos.

“As diretorias das empresas têm certo receito de contratar sistemas por acharem que perderão o controle e governança da informação, mas a computação em nuvem é um caminho inevitável para todos os sistemas e as soluções de segurança fazem parte do pacote”, afirma André Carraretto, estrategista em segurança da informação da Symantec. É possível, por exemplo, reduzir custos em equipamentos e também em pessoas internas, transformando o que antes era despesa em investimento, terzeirizando o suporte especializado que monitora remotamente os dispositivos, sem a necessidade de ter equipes internas 24 horas.

Um dos benefícios é a previsibilidade de custos, pois o cliente paga apenas pelo que usa, mas é necessário um bom planejamento da capacidade de investimento. “Uma pequena empresa pode ter acesso a soluções e infraestrutura similares a de um banco, pois a solução é para soo ou 5 mil usuários”, afirma Carraretto. Diminuiu também o tempo da extração de resultados. Antes a área de tecnologia teria que providenciar a infraestrutura, o armazenamento e implementar os softwares, testar e só então usufruir os benefícios. Na nuvem a solução é implantada em semanas e não em meses, ativando um menu de serviços. “A empresa ganha tempo e pode focar na gerência das informações”, completa.

Os desafios à segurança são maiores, exigindo mais recursos do que apenas uma senha para acossar o sistema. As redes privadas (VPN ou Virtual Private Network em inglês), por exemplo, similar à segurança bancária, envia una código pelo celular para autorizar o acesso.

As soluções antisspam ativadas na nuvem fazem limpeza de e-mail, tirando vírus e malwares e entregando a mensagem “higienizada”. Outro recurso é o certificado digital em nuvem que identifica e autentica o destinatário, o que permite maior segurança no recebimento e no envio de mensagens. É possível também monitorar os registros dos sistemas que entram na empresa e a detecção de atividades de intrusão na rede. ‘A segurança na nuvem oferece mais competitividade à empresa oferecendo mais serviços e recursos sofisticados de forma mais veloz e com menores custos, sendo necessário critérios rígidos na escolha do fornecedor”, completa Carraretto.

http://www.valor.com.br/empresas/4316608/vantagem-e-pagar-pelo-uso-sem-investir-em-infraestrutura