O armazenamento e troca de informações via rede cresceu e modificou-se com o avanço tecnológico. Esse fator torna a cibersegurança fundamental para que dados sigilosos fiquem fora do alcance de programas maliciosos e hackers.

Os serviços de nuvem também podem ser utilizados dentro do ambiente corporativo para diminuir a necessidade de servidores físicos e possibilitar o acesso remoto de dados. Apesar de serem mais dificilmente perdidas em caso de problemas de máquinas e de adicionarem mobilidade e, consequentemente, produtividade, as informações podem ser acessadas e corrompidas caso sejam vítimas de ciberataques.

Você sabe o que é a cibersegurança e como os ataques cibernéticos podem prejudicar seu negócio? Explicaremos, neste artigo, como investir nessa questão pode ser um diferencial para o seu empreendimento!

O que é cibersegurança?

Ela reúne um conjunto de técnicas que visa proteger as máquinas, redes e softwares de um acesso não permitido e, dessa, forma evitar que as informações sejam manipuladas indevidamente. Os crescentes riscos aos quais os usuários são submetidos diariamente tornam a adoção de políticas apropriadas necessárias.

Podemos citar como os três aspectos principais da cibersegurança:

  • confidencialidade;
  • integridade;
  • disponibilidade.

Confidencialidade

Apenas usuários e sistemas com permissão podem ler e manipular determinadas informações sensíveis. O controle de acesso procura certificar que os dados não fiquem disponíveis para softwares maliciosos ou indivíduos mal intencionados.

A confidencialidade dos dados pode ser atingida ao utilizar técnicas como criptografia, por exemplo. Assim, mesmo que outros consigam as informações, não serão capazes de extrair delas o necessário.

Integridade

Garantir que as informações não serão modificadas por terceiros é essencial para mantê-las íntegras. A integridade e confidencialidade dos dados são fatores dependentes, pois caso os dados sejam alterados, quer dizer que não são mais confidenciais. E caso não sejam mais confidenciais, não pode alegar-se que ainda estão íntegros.

Disponibilidade

O terceiro aspecto principal da cibersegurança é a disponibilidade dos dados para usuários autorizados ao serem requisitados. Dessa forma, comportamentos anormais, falhas de segurança ou pontos de vulnerabilidade podem ser analisados e corrigidos o mais rápido possível.

Qual a necessidade de saber defender-se?

Com o tráfego e armazenamento de informações sigilosas ocorrendo diariamente no empreendimento, a necessidade de evitar ser vítima de ataques é essencial para preservar a imagem do negócio e proteger o patrimônio financeiro e intelectual.

Em um ciberataque, dados pessoais dos clientes ou da própria empresa podem ser usurpados com o objetivo de trazer lucro financeiro indevido ao seu mentor. Os serviços ou produtos desenvolvidos também podem ter seus projetos vazados e serem utilizados por concorrentes sem permissão.

As informações pessoais dos clientes podem precisar ser armazenadas de muitas formas e por diversos motivos que vão desde uma compra online até o cadastro na própria empresa para negociações futuras. Assegurar que esses dados não sejam alvo de ataques maliciosos não é apenas importante para o cliente, como também a falta de cuidado pode refletir negativamente na imagem da empresa.

Uma organização que não zela pela confidencialidade e integridade dos dados pessoais dos consumidores poderá ter problemas judiciais, diminuição nas vendas, quebra do ciclo de fidelização, propaganda negativa e outros inúmeros problemas.

Por que investir?

Investir em cibersegurança é primeiramente proteger o seu investimento. A disseminação de vírus e outras ameaças virtuais podem ser direcionadas para atacar diretamente seu patrimônio financeiro ou de seus clientes que, consequentemente, poderão passar a evitar sua empresa.

Produtividade

Utilizando a internet como rede de troca de arquivos, o compartilhamento de documentos armazenados em nuvem é viabilizado e aumenta a produtividade dos colaboradores. Entretanto, essa prática possui como ponto negativo a possibilidade dos usuários acessarem jogos, bate papo, redes sociais ou sites que não possuem ligação com o trabalho a ser realizado.

Uma das vantagens da cibersegurança é a capacidade de adotar filtros que bloqueiem o acesso a qualquer página que não tenha ligação com o ambiente de trabalho. Dessa forma, o foco nas tarefas será maior e o tempo consumido em distrações poderá diminuir.

Existem também ferramentas que aumentam a velocidade de links, servidores e aplicações, tornando as tarefas executadas rapidamente e aumentando a produtividade dos funcionários.

Visibilidade

As ferramentas de cibersegurança são capazes de dar visibilidade a empresa no que diz respeito a monitoramento de recursos de segurança e tecnologia da informação. Entender como os usuários estão utilizando seu tempo, quais hardwares e softwares são utilizados e conhecer o tráfego de rede é importante principalmente em tarefas como auditoria.

Da mesma forma, as ferramentas de cibersegurança são usadas para identificar possíveis ataques ou tentativas de fraude contra os ativos da empresa.

As vulnerabilidades devem ser conhecidas e efetivamente corrigidas com o auxílio de profissionais da área.

Personalização – Ataques direcionados

Uma grande tendência dos ataques cibernéticos é a personalização ou ataque direcionados após a definição do alvo. Os hackers conhecem bem quem planejam atacar, seus amigos e de que forma podem atingi-lo melhor. Os maiores transportadores de links maliciosos atualmente são as redes sociais.

Outra forma de atingir exatamente a empresa que deseja é atacar a rede de parceiros primeiramente. Para ilustrar, podemos pensar que ao ser contatado por um fornecedor ou companhias parceiras, os usuários da empresa podem confiar completamente em arquivos ou links enviados.

Como pode ser um diferencial no mercado?

Utilizar as ferramentas de cibersegurança no meio corporativo torna a empresa um diferencial por trazer maior produtividade dos colaboradores, tornar os processos internos mais transparentes e seguros, facilitando auditorias e proteção de informações sigilosas e trazendo conforto e segurança para os parceiros e clientes que decidirem utilizar os serviços da empresa.

Proteger as informações que passam pela rede toma cada vez mais importância também no cenário mundial, em que governos e suas forças militares buscam proteger suas informações para que outros países não sejam capazes de conhecer e atacar diretamente seus pontos vulneráveis ou conheçam exatamente suas estratégias.

Contar com profissionais especializados para assegurar que as informações do seu negócio estarão protegidas contra ataques de indivíduos mal intencionados e programas suspeitos é essencial. É possível aplicar ferramentas e investir em cibersegurança montando a própria equipe ou terceirizando o serviço. Assim, sua empresa não apenas terá seus dados resguardados como seus clientes também.

Agora que você sabe por que investir em cibersegurança, fique mais atento ao seu negócio daqui pra frente! Que tal assinar nossa newsletter e não perder nenhuma atualização sobre o assunto?