fbpx

Você já parou para pensar na importância da Gestão de Continuidade de Negócios? Bom, o primeiro passo para entender melhor essa tendência e como ele se aplica na sua empresa você já deu quando iniciou a leitura deste post.

Com o aumento do número de crimes cibernéticos, como o roubo de informações e sequestro de dados, é cada vez mais importante pensar na continuidade das atividades e prevenção de riscos.

Por conta disso, criamos este post para ajudar você a entender melhor o conceito por trás da Gestão de Continuidade de Negócios e quais são seus principais benefícios para a sua empresa. Boa leitura!

Gestão de Continuidade de Negócios

Imagine que sua empresa sofra uma grande perda de dados, seja por conta de um desastre natural ou pelo ataque de cibercriminosos. Quanto tempo o negócio poderia sobreviver a partir daí.

E se a situação não prejudicasse apenas seus dados, mas também a sua infraestrutura como um todo, quais seriam as atitudes necessárias para manter a disponibilidade de seus serviços?

Caso você não tenha uma resposta pronta para esses problemas é preciso urgentemente que sua equipe comece a trabalhar a Gestão de Continuidade de Negócios.

O processo de GCN abrange um gerenciamento que verifica e identifica todas as potenciais ameaças ao negócio e quais são suas consequências diretas para a organização caso venham a se concretizar.

O objetivo principal é fornecer uma infraestrutura que permita uma resiliência organizacional, com a capacidade de responder e se adaptar a qualquer evento adverso, salvaguardando os interesses da organização, sua marca e reputação no mercado.

A Gestão de Continuidade de Negócios pode ser dividida em três documentos básicos, criados para que sejam descritas as atitudes necessárias a serem tomadas caso algum risco venha a se concretizar. São eles:

  • plano de continuidade ─ PNC, descreve os processos e ações necessários para retomada das atividades caso algum evento venha a interrompê-las;
  • plano de recuperação de desastres em TI ─ PRD, descreve quais as atitudes devem ser tomadas para recuperar sistemas e infraestrutura em caso de ocorrência de algum tipo de desastre, como incêndio ou inundação;
  • plano de recuperação de crises ─ PGC, demonstra todas as atitudes necessárias a serem tomadas durante uma crise, como tomadas de decisões rápidas para a contingência e acionamento eficaz de equipes.

Esses três planos juntos formam um mecanismo eficaz para a proteção de uma empresa e garantia de uma recuperação rápida e eficaz de qualquer cenário adverso que possa prejudicar suas atividades.

A elaboração desses documentos de forma bem definida pode diminuir a confusão e estresse provenientes de uma crise e permitir que a empresa possa retomar suas atividades de forma ágil, evitando maiores problemas junto a seus fornecedores e clientes.

Benefícios da GCN

São vários os benefícios de se implantar uma Gestão de Continuidade de Negócios em sua empresa. Veja abaixo algumas das vantagens dessa metodologia.

Identificação de pontos de risco

Nada pior do que ser pego de surpresa por algo desagradável, não é mesmo? Mesmo que crises sejam inevitáveis, é possível prever e identificar boa parte dos riscos existentes em sua área de atuação.

Antes mesmo de saber como desenvolver um plano para lidar com as adversidades que possam vir a surgir é preciso identificar quais são os principais riscos para a sua empresa e a GCN pode ajudar a fazer isso.

Prevenção de problemas estruturais

Um dos principais problemas da TI dentro das empresas é com uma infraestrutura problemática ou desatualizada, o que é um celeiro para o surgimento de problemas e riscos.

Por meio de uma Gestão de Continuidade de Negócios, sua equipe pode desenvolver processos que busquem identificar as principais ameaças ao seu negócio e criar planos de contenção para evitar que, caso ocorram, prejudiquem suas atividades.

Redução de gastos

Riscos não tratados geram problemas, que podem vir a trazer prejuízos para a sua empresa ou a necessidade com gastos emergenciais, prejudicando suas receitas e orçamento.

Ao realizar a Gestão de Continuidade de Negócios, todas as ameaças são tratadas de forma preventiva, evitando muitas crises na maioria dos casos e, com isso, reduzindo os gastos necessários para lidar com elas sem um planejamento.

Aqui é realizado o BIA, Business Impact Analysis, que é um estudo acerca de todos os impactos gerados por interrupções em qualquer dos processos da empresa. Dessa forma, não há perdas, pois a organização pode planejar todas as suas ações de contenção.

Proteção da marca

Uma crise pode ter várias fontes, mas o resultado geralmente é o mesmo: prejuízo e um enfraquecimento da marca perante seus parceiros comerciais e clientes, prejudicando os resultados da empresa.

Proteger sua identidade organizacional no mercado é outro dos benefícios de uma Gestão de Continuidade de Negócios bem-feita, evitando que situações adversas venham a prejudicar sua imagem.

Entendimento dos pontos críticos do negócio

Muitas empresas, por não simular uma crise e suas consequências, não tem ideia de quais são os principais pontos críticos de seu negócio e acabam assim investindo em segurança da informação de forma errônea.

Além de aumentar os custos da TI, esse desconhecimento pode gerar diversos problemas, como uma vulnerabilidade de seu negócio. Ao implantar a GCN, um levantamento completo de suas fraquezas deve ser feito, permitindo a visualização das reais dificuldades.

A importância da GCN para os negócios

Uma empresa que não está preparada para lidar com crises e situações adversas em seu dia a dia está destinada a enfrentar todos os impactos negativos advindos desses problemas.

Não é possível hoje prever com exatidão quando e como uma crise pode ocorrer, além dos efeitos reais dela em seus negócios, porém, pode-se realizar um levantamento bem próximo a realidade e preparar-se para evitar ao máximo os problemas que ela pode trazer.

Em um tempo em que cada vez mais ataques contra empresas acontecem e o quanto de dinheiro perde-se com a recuperação de informações e infraestrutura de TI, investir em GCN passa a ser uma obrigação para garantir a segurança da informação.

Chegamos ao final deste post e esperamos que você tenha compreendido a importância da Gestão de Continuidade de Negócios para a sua empresa e para a proteção de seus dados.

Gostou deste post? Que tal compartilhá-lo em suas redes sociais e deixar que seus amigos e colegas também possam entender melhor como a GCN é essencial para as atividades de TI hoje?