Para obter sucesso na gestão do setor de TI de uma empresa, é preciso ter uma equipe coesa e preparada. Entretanto, para isso, é importante levar em conta os recursos disponíveis e as necessidades da organização. Afinal, quando se trata de tecnologia da informação, não estamos apenas falando de aspectos como inovação, ferramentas digitais e serviços, mas também de capital humano, que é de grande valor.

Uma equipe engajada com o projeto e a visão da empresa é fundamental para o seu sucesso no mercado. Atualmente, os profissionais de TI têm papel central no que se refere ao êxito no mercado. Ao conseguir formar um bom grupo, ele poderá ser um gerador de vantagens competitivas e destaques em relação aos concorrentes.

Por isso, separamos neste post as melhores dicas de como montar uma equipe de TI de sucesso. Confira!

Participe dos processos seletivos

Embora os processos seletivos sejam feitos pelo RH da empresa, o gestor de TI deve fazer parte de todo o andamento de recrutamento, desde a formulação dos requisitos necessários à vaga até as dinâmicas e entrevistas individuais. Diversos profissionais podem surgir como excelentes alternativas apenas pela avaliação curricular dos conhecimentos e experiência, mas em uma etapa presencial podem se mostrar distantes do perfil desejado.

Um exemplo disso é quando o ambiente de trabalho oferecido é voltado para maior autonomia, que exige perfil mais empreendedor. Logo, um profissional que não tenha essa característica, mesmo tendo bons conhecimentos que o destaquem, pode não se adequar a uma equipe que tenha um modo de trabalho mais independente e dinâmico.

Além do mais, para montar uma equipe ideal deve-se saber o que falta no time atual e quais são seus pontos fortes e fracos. Por isso, é essencial que o gestor de TI participe dos processos seletivos, pois ele tem o entendimento das necessidades do setor da organização.

Identifique os perfis ideais para o grupo

Um grupo não deve, necessariamente, ter integrantes com o mesmo perfil. O ideal é que haja uma pluralidade que possibilite a complementação de todos os envolvidos.

Por exemplo: um time de profissionais que é composto por técnicos com visão mais estratégica e também por especialistas em determinado sistema específico — nesse contexto, há uma cooperação para a solução de problemas devido à diversidade da equipe.

De fato, com os constantes desdobramentos do mercado tecnológico, é inevitável o surgimento de novas demandas e, com isso, de novas competências. Assim, o modo de montar uma equipe de TI de sucesso é baseado, principalmente, no perfil que mais se adéqua aos ideais de projeto e visão sistêmica do negócio.

Invista em treinamento e capacitação

Uma equipe de TI de sucesso não se resume apenas a contratar os melhores profissionais do mercado. É primordial que haja um ambiente de oportunidade de crescimento para que os integrantes possam atingir todo o seu potencial de excelência. Isso se dá por treinamento e capacitação constante. O time deve se manter atualizado e engajado com a visão estratégica da empresa.

Os treinamentos de capacitação periódicos viabilizam a evolução individual dos integrantes da equipe, o que também reflete de forma positiva nos resultados gerais do grupo. O setor de TI é um dos mais impactados pelas rápidas mudanças do mercado de trabalho, seja por certificações que agregam no aprofundamento do domínio de um conhecimento ou uma nova ferramenta tecnológica que surja no mercado.

Portanto, o investimento em atualização constante da equipe garante a qualidade do trabalho executado e possibilita o crescimento dos profissionais que estarão sempre inteirados das novas tendências do mercado. Isso, consequentemente, vai impactar de maneira positiva na qualidade das entregas e na satisfação dos clientes.

Estabeleça metas e objetivos desafiadores

Para extrair todo o potencial de uma equipe, é fundamental estabelecer metas e objetivos que desafiem a capacidade de cada membro do time de TI. As metas definidas devem ir além de simplesmente serem alcançadas e entregues. O fato é que elas são parte importante de um objetivo maior em comum, que é manter o alto nível de produtividade.

Contudo, vale ressaltar que as metas devem ser alinhadas com o tipo de atividade, ou seja, não se pode copiá-las de um contexto diferente, mesmo sendo relacionado com atividades no setor de TI. As metas devem ser desafiadoras, mas executáveis. Ou seja, os valores estipulados devem ser alcançáveis mediante o planejamento prévio, o foco no trabalho e o alinhamento da equipe.

Seja uma liderança atuante e participativa

O papel da liderança é decisivo em qualquer equipe. Ser um gestor produtivo, aberto a sugestões e que busca conhecer as melhores e inovadoras práticas de trabalho é influenciar toda a equipe. Lideranças que ficam distantes e não interagem perdem a chance de elevar a capacidade de gerar resultados e, consequentemente, há estagnação.

Cabe à liderança instruir e delegar à sua equipe tarefas complexas, controlar a qualidade do desempenho, estar aberta ao diálogo, dar feedbacks, direcionar os liderados, solucionar conflitos e manter a boa comunicação interna. Sendo assim, uma liderança atuante e participativa impulsiona toda a equipe mediante o seu exemplo e proximidade.

Estimule o trabalho em equipe

Torna-se pouco eficaz ter bons profissionais e se empenhar para que cada um deles se aprimore individualmente se não houver uma integração no momento do trabalho em equipe. Alcançar relações saudáveis e produtivas entre os membros do time de TI é um grande desafio para os gestores, pois eles precisam conciliar diferentes perfis profissionais.

O ponto é estimular a comunicação e a cooperação mútua entre os integrantes do grupo. Isso pode ser alcançado por meio da cultura DevOps (Development & Operations), que consiste em eliminar as barreiras na equipe trazendo objetividade e expandindo os horizontes na busca de alcançar objetivos comuns.

Terceirize processos não estratégicos

Alguns processos podem ser caros e difíceis de se manter na equipe, pois demandam alto nível de especialização, como especialistas em segurança da informação, por exemplo. Para saber quais áreas podem ser terceirizadas é importante mapear as competências para identificar quais devem ser contratadas e quais devem ser terceirizadas.

Um modelo facilitador é o Bodyshop. Ele consiste em contratar mão de obra temporária para atender às demandas momentâneas, como a manutenção de banco de dados e servidores, por exemplo. Outra opção de mercado pode ser o a terceirização de serviços operacionais com a contratação de empresas que prestam serviços gerenciados (MSP) ou de serviços gerenciados de segurança (MSS), alguns destes serviços são: Monitoramento, SOC, controle de acesso entre outros.

Assim, ao saber como montar uma equipe de TI de sucesso, você pode conseguir melhores desempenhos e se tornar mais competitivo alcançando mais protagonismo sobre a concorrência. Não esqueça que, para alcançar os objetivos, é importante confiar nos profissionais do time e dar liberdade para que eles exerçam suas atividades de maneira autônoma dentro da missão da organização.

Agora, que você entendeu como montar uma equipe de TI de sucesso, saiba as características de um bom gestor de segurança da informação!